quarta-feira, 25 de junho de 2014

Um homem de sorte - Nicholas Sparks

Postado por Daniela às 19:32 0 comentários Links para esta postagem
“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.



O mais interessante é que comecei a ler o livro sem ter a menor idéia da sinopse. Essa emocionante história de Nicholas Sparks de uma rapaz, fuzileiro naval que encontra uma foto de uma linda mulher no Iraque e seu amigo, Victor, jura que é um talismã da sorte a foto que ele sempre leva consigo. Quando volta aos Estados Unidos, decidi ir em busca da moça para agradecer e, após atravessar o país em busca de Beth, encontra, arruma um emprego no canil da avó da mocinha, arranja diversos problemas com o ex marido, um policial valentão e cria uma relação com o filho deles, Ben.
Esse é o segundo livro do Nicholas que leio, queria um livro que tivesse filme, mas que eu ainda não tivesse assistido. A história começa confusa e foi desanimador continuar, mas quando o casal protagonista se conhece, não dá mais vontade de parar de ler. É uma linda história de amor, que nos faz refletir sobre inúmeras questões. Vale muito a pena ler esse livro, o estilo de escrita do autor é único, as personagens são marcantes, a gente se apaixona pelo jeito deles e ele consegue aprofundar bem sobre a personalidade de cada um em cada página. Não gostei muito das diversas mudanças do filme, por isso aconselho a sempre ler o livro primeiro, nós entendemos coisas que seria impossível sem ter lido, senti que conhecia mais as personagens do que quem estava assistindo comigo que não leu o livro.

Enfim, vale a pena ler o livro e assistir o filme depois para tirar as próprias conclusões, a história é linda, emocionante e apaixonante.

Contos da Seleção - O Príncipe e o Guarda

Postado por Daniela às 19:24 0 comentários Links para esta postagem

Os dois contos que se passam no universo criado por Kiera Cass, autora da trilogia A Seleção, agora estão disponíveis em edição impressa. Em “O Príncipe e O Guarda”, o leitor pode acompanhar de perto os pensamentos e emoções dos dois homens que lutam pelo amor de America Singer. Antes de America chegar ao palácio, já havia outra garota na vida do príncipe Maxon. O conto O príncipe não só proporciona um vislumbre das reflexões de Maxon nos dias que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Descobrimos como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam. Para America, a vida antes da Seleção também era muito diferente. A começar pelo fato de que ela estava completamente apaixonada por um garoto chamado Aspen Leger. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando membro da guarda do palácio. Em O guarda, acompanhamos Aspen a partir do momento que o grupo de trinta e cinco garotas da Seleção é reduzido para a Elite, conhecemos sua rotina dentro das paredes da casa da família real — e as verdades sobre esse mundo que America nunca chegou a conhecer. Leitura indispensável para os fãs de A Seleção, esta antologia inclui, ainda, um final estendido do conto O Príncipe; conteúdos extras exclusivos, como uma entrevista com a autora e dados inéditos sobre os personagens; além dos três primeiros capítulos de A escolha, o aguardado desfecho da trilogia, que será lançado em maio de 2014



Os conto das da seleção, o Príncipe e o Guarda fazem parte da perspectiva dos mocinhos da trilogia A Seleção.
O Príncipe - Narra, sob a perspectiva de Maxon, a amizade que tinha anteriormente à seleção com a princesa da França, sua única amiga até então, e seus sentimentos uns pelos outros, além das primeiras impressões do príncipe no início do concurso e quando conheceu America. Eu não tanto dessa parte, não me envolveu o suficiente e achei superficial, também me decepcionei um pouco com o Maxon em alguns momentos.
O Guarda - Apesar de torcer pelo Maxon e America, sempre preferi o Aspen (vai entender), acho ele honesto, justo, bondoso e cujo amor pela America sempre foi muito lindo e puro, ele sempre buscou ajudar sua família, apesar de todas as dificuldades e admiro muito o quanto ele conseguiu subir na vida, mesmo com todos os empecilhos das castas. Gostei mais dos contos do guarda, senti o quanto amor ele tinha a oferecer e me apaixonei mais ainda por Aspen. 

Vale a pena a leitura desse livro pra se aprofundar um pouco mais nos pensamentos de ambos, pra quem gosta da trilogia é um algo a mais para aproveitar ainda mais a leitura, mudar algumas opiniões e conceitos, enfim, não é super divertido e empolgante, nem traz grandes revelações sobre a história, mas é uma leitura leve e descontraída para quem ama a trilogia A Seleção.
 

Dani Di Pace Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting